Sumário

AIRBNB: o que aprendemos com o seu sucesso?

Funnil: Airbnb

Que tal aprendermos com um case de sucesso que reformulou o turismo, as hospedagens e, de quebra, ensinou sobre o poder do design, do valor de um serviço estruturado e do sentimento de pertencimento em uma imersão local e totalmente autêntica? Seja bem-vindo ao estudo de caso do Airbnb.

Para saber mais sobre como essa empresa percebeu um gap de mercado e se tornou uma das maiores e mais bem sucedidas do seu meio, continue aqui e aprenda com esse case de growth hacking.  

Boa leitura!

Nalk Airbnb sucesso empresarial
Airbnb

Conheça a história:

Em 2007, os designers Brian Chesky e Joe Gebbia não conseguiam honrar com o aluguel de seu apartamento na Califórnia. Para sobreviver, decidiram transformar o loft que moravam em um espaço de hospedagem. Porém, com a ideia, acabaram enfrentando alguns desafios. 

Por não quererem anunciar em lugares muito impessoais essa opção de hospedagem, eles afirmaram que o instinto empreendedor falou mais alto e, por isso, resolveram construir um site exclusivo para divulgar o seu serviço. 

Naquele ano, estava ocorrendo uma conferência na cidade e todos os hotéis estavam alugados, o que era uma ótima oportunidade de vender a ideia. Com o nome de AirBed & Breakfast, eles colocaram fotos de seu loft completo, com colchões de ar e uma promessa de café da manhã.

Naquela primeira semana, conseguiram seus três primeiros locatários, cada um pagando US$80 pelo fim de semana. Ou seja, a ideia funcionava. 

Em apenas sete anos de história, o agora “Airbnb” havia quebrado todo o legado da indústria hoteleira. Em 2014, portanto, a plataforma contava com 10 milhões de hóspedes e 550 mil propriedades listadas em todo o mundo.

Como o sucesso aconteceu?

Quando Cheski e Gebbia anunciaram pela primeira vez o seu loft em São Francisco, eles estavam prometendo mais do que simplesmente um lugar para dormir. Foi exatamente a capacidade de oferecer além que permitiu que o Airbnb mudasse completamente o seu mercado. 

Além disso, o Airbnb surgiu levando como base uma dor universal: a falta de dinheiro. Embora já existisse uma pequena demanda em hospedagem, eles precisavam injetar dinheiro para bombar o novo modelo de negócios. 

Até que eles tiveram a ideia do primeiro hack de crescimento do Airbnb

A equipe do Airbnb sabia, por meio de pesquisas e da sua própria experiência, que o Craigslist era o lugar onde as pessoas que queriam algo diferente da experiência padrão do hotel mais procuravam por anúncios.

Como o Craigslist salvava as informações do anúncio usando um URL exclusivo em vez de um cookie, o Airbnb conseguiu criar um bot para visitar o Craigslist, obter um URL exclusivo, inserir as informações do anúncio e encaminhar o URL ao usuário. Funcionava basicamente assim, um hack. 

Isso ajudou a startup a aumentar os anúncios rapidamente e quase sem custo.

Não parou por aí!

O sucesso do Airbnb foi muito ligado à visão de negócio que seus sócios possuíam, que permitia que acompanhassem o fluxo, entendessem o que os seus clientes realmente queriam e, ainda, encontrassem os gaps no negócio. 

O Craigslist foi apenas o primeiro, mas foram inúmeros outros hacks que permitiram o Airbnb se tornar um modelo de negócio tão importante para o mercado. O seu design atrativo acabou ajudando também no sucesso.

Com sites simples e bem estruturados, fotos sempre bem tiradas e com uma experiência do usuário levada em consideração o tempo todo, o Airbnb só crescia. Portanto, foram muitas as lições que podemos aprender com eles.

Principais lições do sucesso do Airbnb:

Algumas lições se tornaram muito claras e relevantes durante esta história:

LIÇÃO 1: NÃO SUBESTIME O PODER DO DESIGN NA EXPERIÊNCIA DO CLIENTE

O Airbnb conseguiu fazer com que as pessoas normalizassem alugar a casa de “estranhos” para viajar pelo mundo. Superou a desconfiança de ser um ambiente seguro ou não através da credibilidade de um bom design, que facilitava o acesso, além de oferecer uma excelente experiência para o cliente. 

LIÇÃO 2: O VALOR DE UMA EXPERIÊNCIA

Segundo a PwC, 86% dos compradores estão dispostos a pagar mais por uma ótima experiência. Então, para se tornar global, o Airbnb precisou entender as minúcias de cada um dos mercados, porque sempre atendeu os dois lados da moeda: o da oferta e também o da demanda. 

LIÇÃO 3: PROPÓSITO QUE VAI ALÉM

Esse é um dos maiores aprendizados até aqui. Empresas com uma cultura organizacional sólida apresentam um crescimento de quatro vezes mais do que as que não fazem. Assim, o Airbnb construiu uma jornada consistente e com um futuro cada vez mais brilhante. Quer propósito maior do que esse?

A grande moral de todo o estudo de caso do Airbnb é que ele conseguiu, no decorrer dos anos, se sair muito bem sucedido em todas as principais áreas de crescimento de uma empresa. Afinal, a plataforma conseguiu se inserir no dia a dia das pessoas a ponto de nem ser mais questionável. 

Além disso, ela vivenciou o seu primeiro “boom” por meio de um hack de crescimento simples, mas que fez toda a diferença para que as pessoas conhecessem e chegassem até a plataforma (growth hacking). Depois, se aprofundou na experiência do usuário e garantiu que ela fosse cada vez melhor. 

Os resultados se tornaram apenas consequência de toda essa construção. 

Gostaria de implementar hacks de crescimento na sua empresa também?

Então, para as suas próximas estratégias, conte com a Nalk para guiar o seu negócio rumo aos seus objetivos. Converse com o nosso time e acesse Growth Talks, nossa plataforma de conteúdos gratuita sobre growth, vendas, gestão, marketing e cultura.

Outros posts relacionados

Nalk - Cultura de experimentação
Métricas e dados

Experimentação como cultura empresarial

Ter uma cultura de experimentação é o que ajuda negócios e times de marketing, de vendas e de produto na criação de uma rotina de validação de hipóteses. Entenda como criar a sua neste artigo!

Leia mais »

Compartilhe este artigo

Se você gostou deste artigo compartilhe com seus amigos.